fbpx

O que fazer em Joanesburgo: 5 atrações imperdíveis

Joanesburgo é uma das cidades mais importantes da África e nos reserva uma vasta lista de atividades e lugares para desbravar. Veja o que fazer em Joanesburgo e nossa lista de atrações imperdíveis.

Centro de Joanesbrugo

Vale a pena visitar Joanesburgo na África do Sul?

Joanesburgo possui o maior e mais movimentado aeroporto da África, por isso é sempre uma boa opção chegar ao continente por lá. É a maior cidade sul africana e tem mais de 4,5 milhões de habitantes, que somados ao de toda região metropolitana totalizam mais de 8 milhões de pessoas.

É uma grande metrópole, sem atrativos naturais e com todos os problemas das grandes cidades de países em desenvolvimento. Muita gente e alguns blogs nem a recomendam, chegando a dizer que é uma cidade perigosa.

É seguro viajar para África do Sul
Caminhando por Joanesburgo.

Mas como sempre queremos ver com os próprios olhos e vivenciar pessoalmente, incluímos Joanesburgo no nosso roteiro para poder relatar aqui no blog nossas experiências.

Li em algum outro blog que se você gosta de São Paulo, com certeza vai gostar de Joanesburgo e vice-versa.

Centro de Joanesburgo
Centro de Joanesburgo.

Essa é uma cidade para quem gosta de atrações culturais, museus, busca entender melhor a história do país e do período do Apartheid, assim como de Nelson Mandela e adora novas experiências culinárias.

Não é a toa que as principais atrações da cidade são o Museu do Apartheid – o museu mais importante sobre a história da segregação racial na África do Sul e o Soweto – região onde os negros eram obrigados a morar durante o Apartheid.

É seguro visitar Joanesburgo?

Em relação a segurança, é preciso ter cuidado, nada que já não estejamos acostumados a fazer no Brasil. A própria região do Soweto, que no passado era muito perigosa, atualmente é considerada segura, abrigando inclusive hotéis e hostels, e tem a segurança garantida pelas autoridades e também pelos próprios moradores que se beneficiam com o turismo.

Saiba mais em É seguro viajar para África do Sul?.

Quanto tempo ficar em Joanesburgo

Dois dias são suficientes para conhecer bem a cidade. Se você tem apenas um dia, escolha as atrações que mais te interessam e faça um planejamento para conhecê-las.

Como se locomover em Joanesburgo

Em Joanesburgo nós optamos por nos locomover de Uber e com o ônibus turístico Hop on Hop off, já que tudo é longe e há poucas calçadas, o que, associado aos índices de criminalidade da cidade acaba por desestimula as caminhadas.

Geralmente não somos adeptos desse tipo de ônibus, mas em Joanesburgo esse serviço se mostrou muito útil e prático, além do preço ser bem justo.

O que fazer em Joanesburgo

Joanesburgo é uma cidade carregada de história política, social e estrutural, além das regiões próximas, que possuem muitas atividades.

Museu do Apartheid

O museu do Apartheid, nos traz uma imersão na história política do país, exemplos concretos do processo, imagens, vídeos, objetos do maior líder de todos os tempos da história sul-africana, Nelson Mandela.

Museu do Apartheid
Museu do Apartheid.

A visita ao museu nos faz imergir no exato momento do processo de apartheid, com riqueza de vídeos e objetos, nos sentimos parte do museu. Vale muito a pena.

GRUPO GRATUITO NO WHATSAPP

Participe gratuitamente do nosso grupo no WhatsApp e receba diariamente dicas para acumular muitas milhas e alertas de passagens promocionais com milhas.

Fique tranquilo, o grupo é restrito e apenas os administradores enviam mensagem.

QUERO ENTRAR NO GRUPO!

Ingressos: entre R100 e R150.
Funcionamento: quinta a domingo.
Saiba mais no site oficial.

Soweto

Uma região muito importante para a história da África do Sul e em especial Joanesburgo. É conhecida por abrigar os negros durante o processo de segregação racial, por isso é um bairro culturalmente muito rico.

Soweto, Joanesburgo

É muito visitada por turistas que buscam compreender e ver de perto a região que abrigou os bairros negros de Joanesburgo durante o regime do apartheid, quando o acesso de não brancos para além dos seus limites era restrito.

A visita vale a pena por alguns aspectos como a aprendizagem histórica, a ilustração do que é uma townships e pode visitar locais importantes da luta contra o regime de segregação, como a casa da família Mandela.

Mas não se assuste, por ser uma região muito turística, a segurança é mantida a todos os visitantes pelas autoridades e também pelos próprios moradores que se beneficiam com o turismo.

Foi em Soweto que Nelson Mandela viveu muitos anos de sua vida e um dos pontos mais visitados por lá é a sua antiga casa, atualmente transformada em museu.

Para ir ao Soweto é necessário contratar um passeio de van, esses passeios normalmente tem guia, o que ajuda muito a compreensão da história e da cultura local.

Veja as opções no de tours para o Soweto no site da GetYourGuide.

Museu Hector Pieterson

Esse museu, localizado no Soweto, é uma das grandes atrações de Johanesburgo. Está localizado a duas quadras de onde um morador de nome Hector Pieterson, de 12 anos, foi baleado e morto em 16 de junho de 1976, em um confronto com a polícia durante o Apartheid.

Nesse museu, encontra toda história do período Apartheid, com riqueza de documentos, vídeos, fotos, objetos entre outros. O complexo é lindo, cada espaço muito bem organizado e pensado.

Constitution Hill

Constitution Hill é um complexo de prédios que abriga a Corte Constitucional (Constitutional Court) – a mais alta corte judiciária do país – e o Complexo Old Fort Prison, uma prisão que abrigou muitos presos antes do início da democracia na África do Sul, inclusive Nelson Mandela.

Constitution Hill

Não deixe de visitar se você é um entusiasta da história e dos aspectos sócio-políticos. No antigo presídio, terá acesso a cela intacta, onde Mandela ficou detido por décadas.

No local pergunte sobre a visita guiada, sem custo adicional, que agregará muito a sua experiência.

É importante ir de ônibus turístico, táxi ou Uber, pois o acesso é mais longínquo.

Ingressos: entre R45 e R100.
Funcionamento: todos os dias.
Saiba mais no site oficial.

Market on Main

Se você estiver em Joanesburgo em um domingo, visite o mercado Market on Main para conhecer os artesanatos locais e de toda a África, bem como a culinária local e dos demais países africanos, que de alguma forma somam a diversidade cultural sul africana.

Arts on Main

Lá nós pudemos observar, aprender e provar distintas culinárias como da Etiópia, Congo, Zimbábue, Madagascar, Índia, China, Inglaterra, Portugal, dentre outros países.

Essa feira fica localizada na região de Maboneng e acontece sempre aos domingos. O artesanato no em torno da galeria é bem mais barato, caso queira levar uma lembrança.

A entrada é gratuita e toda a região ao entorno vale a pena ser conhecida.

Leia também Comidas típicas na África do Sul.

Hospedagem em Joanesburgo

De acordo com o bairro em que você escolher para se hospedar em Joanesburgo, pode ser que o staff do hotel não recomende que você se desloque a pé, nem mesmo para pequenas distâncias. Por isso é muito importante escolher um hotel/hostel em um bairro bem localizado e seguro.

Nossa escolha foi o Once in Joburg, um hostel muito bem localizado, em uma região segura e com restaurantes, lojas, farmácia, conveniências entre outros bem ao lado. Possui um bar muito bonito, bem equipado, com valores semelhantes aos outros bares e restaurantes da cidade.

Nós optamos por um quarto duplo privativo com banheiro interno, mas o hostel conta também com habitações compartilhadas. Os quartos são limpos, com uma acústica ótima, cama confortável, TV, luminárias individuais, porta objetos com cadeado, armário com chave e tomadas para cada cama.

A segurança do hostel é muito boa, tanto nas áreas interiores quanto nas exteriores. O único ponto negativo foi o sinal de Wi-fi que era muito ruim, mas isso é um pouco comum por todo o país. Para ir do aeroporto de Joanesburgo até o hostel, chamamos um Uber.

Em Braamfontein, bairro do hostel, pudemos andar com tranquilidade pelas ruas, principalmente durante o dia e nas proximidades há um ponto de embarque do ônibus turístico.

SEGURO VIAGEM PARA ÁFRICA DO SUL

O seguro viagem não é obrigatório mas é altamente recomendado. O atendimento de emergência na África do Sul acontece em hospitais e clínicas privadas e as tarifas são altas. Uma diária de internação pode passar de US$600. Nós sempre contratamos através da SegurosPromo, que compara preços em diversas seguradoras e apresenta diversos resultados para que o viajante escolha o que melhor lhe atenda.

Para a nossa viagem de 9 dias (inclua o dia de ida e volta) o seguro Intermac 150 Ouro custou R$185,52, com excelente cobertura de U$150.000,00. Havia outras opções mais baratas com coberturas inferiores, entretanto é fácil encontrar casos de viajantes que adoeceram ou se acidentaram na África do Sul é tiveram problemas por causa da baixa cobertura do seguro contratado, restando uma dívida enorme no hospital. Contrate um seguro com coberturas maiores e viaje tranquilo.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO É NA SEGUROS PROMO!
15% OFF em todos os planos de seguro viagem com o cupom PARABENS + 5% OFF no pagamento via PIX ou boleto.
Não dê bobeira, há opções por menos de R$10,00 por dia.
FAÇA UMA COTAÇÃO AGORA!
*Válido até 31/07/2022, independente da data da viagem.


Leia também

Roteiro de 7 dias na África do Sul – Joanesburgo e Cidade do Cabo

O que fazer em Cape Town: 10 atrações imperdíveis

É seguro viajar para África do Sul

Dificuldades de comunicação na África do Sul, um país com 11 línguas oficiais

VIAJE POR CONTA PRÓPRIA E ECONOMIZE MUITO!
Reserve hospedagem no Booking.com
Seguro Viagem com desconto em Segurospromo
Alugue um carro em Rentcars
Passagens aéreas promocionais em Passagens Promo
Passeios em Santiago e no Atacama com TourGo
Tours pela América do sul em Denomades.com
Passagens de ônibus, trem e avião dentro da Europa em Omio
Ingressos e passeios pelo mundo em GetYourGuide
Chip Internacional com 5% de desconto em America Chip
Chip Internacional com frete grátis em EasySIM4U
Chip Internacional da Viaje Conectado com 10%OFF cupom PROMO10

Deixe um comentário