fbpx

O que fazer em Viena na Áustria

Quer saber o que fazer em Viena na Áustria? É impossível não se encantar com essa linda cidade. Veja as principais atrações de Viena, como planejar sua viagem e como economizar na cidade.

Viena na Áustria

Viena é mágica. Não existe melhor definição para uma cidade que, fora do eixo Ocidental da Europa, reuniu, no final do Século XIX, Mozart, Strauss, Beethoven, Sigmund Freud, entre outros grandes pensadores da nossa história.

Palácio Schönnbrunn.

Se você é fã de música clássica, de História ou de Psicologia, é possível montar seus próprios roteiros seguindo alguns passos dos seus compositores ou cientistas favoritos.

A arquitetura da capital da Áustria exala seu passado aristocrático e você se surpreenderá com a quantidade de prédios em estilo palaciano que encontrará. A sensação de pousar em Viena não perde em nada para aquela de estar em Paris pela primeira vez na vida.

Palácio Belvedere

Viena foi eleita como a melhor cidade do mundo para se viver, pelo ranking do Economist Intelligence Unit. O país figura na 4ª posição do ranking de países mais seguros do mundo, além de possuir grandes áreas verdes, excelentes universidades, muitos eventos culturais e um verão repleto de festivais ao ar livre.

Um ponto negativo é que a Áustria não está entre os países mais acolhedores para imigrantes. Mas isso não se aplica a turistas, fique tranquilo!

Viena não pode ficar de fora do seu roteiro pela Europa. Eu reservei 2 dias para conhecer a cidade, cheguei de ônibus de Budapeste e de lá segui de trem para Veneza.

COMO CHEGAR EM VIENA

Eu optei por ir de Budapeste para Viena de ônibus com a empresa Student Agency. É uma empresa Tcheca que possui ônibus muito confortáveis, com direito a monitor individual com filmes, rodomoça, serviço de bordo, revistas, etc. A viagem duram 02:40h e as passagens custam a partir de € 8,90.

1) AVIÃO

Não existem voos diretos do Brasil para Viena. Você terá que pousar em outra cidade europeia e, de lá, seguir viagem. Recomendamos um voo com conexão em Amsterdam, pela KLM; via Paris, pela Airfrance, ou via Lisboa, pela TAP Portugal.

Claro que você pode também comprar um voo com destino final para uma dessas cidades, ficar por lá uns dias e seguir viagem depois. As famosas companhias low cost (como a Ryanair e a Austrian Airlines) oferecem passagens bem em conta. Mas vale ressaltar que os voos econômicos dentro da Europa não incluem bagagem de porão e é bem provável que você pague bem caro se tiver que despachar suas malas.

O aeroporto de Viena fica a 20 km da cidade. Você pode optar por ir de táxi, chamar um Uber (o seu usuário do Brasil vai funcionar) ou usar o trem do aeroporto (CAT), opção rápida e barata, que te leva ao centro da cidade em aproximadamente 11 minutos.

2) TREM

A viagem de trem para Viena não é tão prática quanto para as principais capitais da Europa. Viena fica na Europa Central e, devido à distância, as viagens podem durar até 14 horas. O trem pode ser uma boa opção se você estiver na Alemanha, na Suíça, na Itália ou na região dos Bálcãs (Croácia, Eslovênia, Eslováquia, por exemplo).

3) ÔNIBUS

Viajar de ônibus pela Europa costuma ser a opção mais barata, porém a mais lenta. Nós já fizemos alguns trechos pela Flixbus e gostamos da experiência.

A melhor forma comprar sua passagem de ônibus, trem e avião na Europa é pesquisar e reservar através do site GoEuro, um portal comparador de preços que faz pesquisas e mostra as opções para o trajeto pesquisado. Todo em português (de Portugal), é de fácil utilização e não cobra taxas.

HOSPEDAGEM EM VIENA

O Índice Global da Paz de 2020, que analisou 160 países, trouxe a Áustria como o quarto país mais seguro do mundo. Poucas cidades desse mundão te trarão tanta sensação de segurança (e ela condiz com a realidade) quanto Viena. Isso inclui andar sozinho pelo centro, às 3 horas da manhã, em uma rua deserta. Por isso, vale muito a pena ficar hospedado no coração da cidade e fazer tudo, ou quase tudo, a pé.

O Hotel Rathauspark Wien fica às margens do Innere Stadt (Distrito 1), onde se localiza o centro de Viena. O hotel fica a 200 m da Universidade de Viena, a 400 m da Votivkirche e a 300 m do Rathauspark. O prédio é clássico, lindo e o preço é bem atrativo.

Recomendamos fortemente que você fique no Distrito 1, mas se não puder, os Distritos 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9 e 13 também são opções interessantes.

Eu fiquei hospedado no Wombats City Hostel Vienna – at the Naschmarkt. Esse é simplesmente um dos melhores hostels da Europa. Com ótima localização, ótimo atendimento, quartos limpos e amplos, bom banheiro, tem café da manhã pago a parte e um bar muito animado.

A área de uso comum do hostel é bem frequentado e você irá fazer muitas amizades. Os quartos possuem um cofre para cada hóspede guardar seus pertences, com abertura sem chaves ou cadeados, sendo necessário apenas o cartão de hóspede, o mesmo do acesso ao quarto. No último dia eles deixam guardar a mochila e ainda é possível usar um banheiro no subsolo para tomar banho, mesmo após o checkout. Recomendamos!

MOBILIDADE URBANA

O transporte coletivo de Viena é muito eficiente e diversificado. O metrô (U-bahn) possui cinco linhas e funciona até meia-noite e meia. Aos finais de semana, é 24 horas. As estações estão identificadas com a letra U. Os trams (bondinhos) interligam a cidade e são identificados por letras e números.

Viena na Áustria

Se for utilizar o transporte público com frequência, é interessante comprar um bilhete que pode ser usado em vários meios de transporte, por diversas vezes. Para utilizar, não tem segredo: validar antes do embarque e passar no sensor ao desembarcar.

MOEDA E LÍNGUA

A Áustria faz parte da zona do euro. O Alemão-Austríaco (Österreichisches Deutsch ) é o idioma oficial do País. Um ponto relevante a se considerar é que, ao contrário da grande maioria dos países da Europa, o Inglês dos austríacos deixa a desejar (eles preferem soletrar em Alemão do que falar em Inglês).

É muito comum que os rótulos dos produtos, os cardápios e a maioria das comunicações escritas sejam feitas apenas em Alemão, Húngaro e Croata e não é bom contar que os atendentes das lojas serão fluentes em Inglês.

Abuse do Google Tradutor e tudo dará certo.

O QUE FAZER EM VIENA

Viena é dividida em 23 distritos, sendo que a maioria das atrações estão nos distrito de Inner City e Leopoldstadt, 1º e 2º distritos. Caminhar pelas ruas de Inner City, por si só, é muito interessante. Esse distrito é um verdadeiro museu a céu aberto, então caminhe com calma e observe cada detalhe da arquitetura dos prédios, das praças e monumentos.

O que fazer em Viena
Palácio Imperial de Hofburg.

Uma ótima dica para quem não gosta ou não pode caminhar muito, é pegar o ônibus 1A, já que ele tem praticamente o mesmo itinerário do ônibus turístico da cidade, porém com preço bem mais baixo. Você pode comprar um passe de um dia do transporte público da cidade e realizar quantas viagens quiser.

Dois dias em Viena é tempo suficiente para visitar as principais atrações, porém pouco tempo para conhecer tudo que a cidade tem a oferecer. Abaixo algumas das atrações que visitei e que mais gostei.

Caminhar pelo centro histórico

A região da rua Kärntner Strasse concentra um grande número de prédios históricos, igrejas, lojas, restaurantes, cafés, etc. Comece seu passeio pelo centro de Viena por essa região, aprecie a beleza da arquitetura e aproveite para provar o típico café da manhã vienense em alguma cafeteria.

Visite a Stephasndom, a Catedral de Viena, uma das principais atrações da cidade. Construída em 1160, é considerada uma das catedrais góticas mais antigas da Europa. Quem optar por visitar o interior dessa igreja pode aproveitar para subir em uma das torres para ter uma bela vista panorâmica de Viena.

Centro de Viena
Stephasndom – Catedral de Santo Estêvão.

Siga para a Ring Strasse, onde estão várias atrações famosas de Viena como a Ópera, o parque Burggarten, o palácio imperial Hofburg e a praça Maria-Theresien-Platz, das mais famosas da cidade. Quem gosta de museus pode visitar o Museu de História Natural (Naturhistorisches Museum) e o Museu de História da Arte (Kunsthistorisches Museum), que ficam logo a frente.

O que fazer em Viena
Prédio que abriga os Museus de História Natural e o da História da Arte.

Sua próxima parada será o Parlamento Austríaco que fica em uma belíssima construção no estilo neoclássico que lembra um templo greco-romano e possui uma enorme estátua de Palas Atena, a deusa grega da sabedoria.

O que fazer em Viena
Parlamento Austríaco.

RATHAUSPARK

Fica bem no centro da cidade, em frente ao prédio gótico da Prefeitura. O parque é lindo, cheio de restaurantes e áreas para relaxar.

Rathauspark em Viena

No verão, é comum acontecerem concertos de música clássica abertos ao público, com uma estrutura que não perde em nada para os grandes teatros.

No inverno, ele abriga as duas das atrações mais famosas da cidade: a pista de patinação no gelo e o mercado de natal.

SIGMUND FREUD PARK

Bem perto do Rathauspark, temos o Sigmund Freud Park, nas redondezas da Universidade onde Freud estudou e posteriormente lecionou.

Sigmund Freud Park

O parque foi construído como parte do projeto de construção da Votivkirche, uma igreja gótica que definitivamente vai encantar os olhos de qualquer um, sendo ou não cristão.

MUSEU SIGMUND FREUD

Aproveitando o embalo, não muito longe do Sigmund Freud Park, temos o Museu de mesmo nome. Este local foi casa e consultório de Freud por 47 anos. A maior parte das suas obras foi escrita aqui. É um passeio emocionante para os amantes da Psicologia.

Só não espere encontrar lá seu famoso divã, pois ele está no Museu de Freud em Londres, que fica na casa em que ele viveu lá com a família depois que a Áustria foi ocupada pela Alemanha nazista em 1938.

PALÁCIO BELVEDERE

É um palácio barroco construído no 3° distrito de Viena. O local é dividido em Belvedere Inferior e Belvedere Superior. O Palácio Belvedere e seus jardins estão entre os mais bonitos do mundo.

Palácio Belvedere

Hoje, o local também é um museu de arte onde você pode encontrar, por exemplo, o famoso quadro “O Beijo”, de Gustav Klimt.

Palácio Schönnbrunn e seus jardins

Esse palácio lembra muito o Palácio de Versalhes da França. Foi residência de verão dos Habsburgos e atualmente funciona como um museu da vida dos príncipes, reis e imperadores. É um dos pontos turísticos mais visitados de Viena. A visita ao interior do palácio é paga, porém aos seus imensos e belos jardins é gratuita, mesmo para quem não visita o palácio.

O que fazer em Viena
Gloriette nos jardins do Palácio Schönnbrunn.

No alto da colina dos jardins do palácio está uma construção arcada coberta que foi construída em 1775, a mando da Imperatriz Maria Theresa, que recebeu o nome de Gloriette e que fica em um mirante de onde se tem uma linda vista panorâmica da cidade de Viena.

O que fazer em Viena.
Vista de Viena.

O palácio ainda abriga o zoológico da cidade. Pago a parte, foi construído em 1752, sendo o zoológico mais antigo do mundo e um dos mais modernos, com instalações amplas e climatizadas, que reproduzem os habitats dos bichos. Muita gente visita esse zoo para ver os pandas, já que não é comum vê-los em outros zoológicos.

Palácio Schönnbrunn.
Palácio Schönnbrunn.

Explorar todos os atrativos do palácio geralmente leva o dia inteiro. Quem for ver apenas o palácio por fora e visitar os jardins pode reservar meio período.

PRATER PARK

É o maior e mais antigo parque de diversões da cidade, conhecido pela roda-gigante de 65 metros de altura, construída em 1897. Não é nenhum Bush Garden (de Orlando). É um parque tradicional, antigo, com brinquedos com cheiro de vintage, mas que fica em um lugar muito bonito, afastado do centro, que venta bastante no verão.

Como o parque fica aberto até meia-noite, você pode encerrar seu dia vendo Viena das alturas. Garantimos que vale a pena.

Assistir um espetáculo na Ópera de Viena

Viena é a capital mundial da música, cidade natal de gênios da música clássica como Mozart, Beethoven, Schubert. Muitos visitantes chegam a cidade com o objetivo de assistir um espetáculo na famosa Ópera de Viena. O edifício no estilo renascentista, construído em 1869, já é uma atração, porém quem tiver a oportunidade de assistir um espetáculo não vai se arrepender.

Na Ópera Estatal de Viena (Staatsoper), acontecem cerca de 50 espetáculos por ano.

Na casa da Orquestra Filarmônica de Viena, Wiener Musikverein, você pode encontrar grandes concertos o ano todo e ela é especialmente famosa por seus concertos de ano novo.

Eu consegui ingressos de último minuto para um concerto e adorei. Esses ingressos são vendidos por preços bem abaixo do normal, a partir de 1 hora antes do início dos espetáculos. São aqueles ingressos que “sobraram” e na maioria das vezes em assentos com visão parcial do palco. Caso você prefira encontrar um bom lugar acesse o site da Ópera e confira a programação.

O que fazer em Viena
Ópera de Viena.

O QUE COMER EM VIENA

A culinária da Áustria atual é uma mistura de todas as nações que compunham o Império Áustro-Hungaro. Carne de porco, batata e massas são os pratos clássicos.

Se tiver que escolher apenas um prato, o mais emblemático de todos, vá de wienerschnitzel. É basicamente um bife à milanesa acompanhado de batatas, que vem com um limão para você pingar em cima. Mas, falando assim, ninguém imagina que é tão bom.

Se você é um grande apreciador de vinho tinto, veio ao lugar errado. Tente pedir um tinto ou um rosé sem ouvir do garçom que você deveria pedir um branco! É a especialidade deles e, se eu fosse você, iria na dica do garçom. Melhor vinho branco da vida!

Dicas:

  1. Tente um vinho Grüner Veltiner.
  2. Comemos um ótimo wienerschnitzel no Café Landtmann, em um salão muito elegante e fomos muito bem atendidos.
  3. O Café Central também é parada obrigatória! Você vai se sentir em uma novela de época da Globo. Lugar histórico, charmoso e com tortas deliciosas. Prove a de marzipan!

SEGURO VIAGEM PARA EUROPA

União Europeia, através do Tratado de Schengen, exige do viajante a apresentação de seguro viagem com cobertura de ao menos 30 mil euros. Dependendo da sua idade e do número de dias da sua viagem, esse seguro pode ter um custo bem elevado.

A dica para economizar é comparar os preços de diversas seguradoras através da Seguros Promo e aproveitar até 10% de desconto que conseguimos para os nossos leitores.

Nós utilizamos a Seguros Promo para contratar seguro viagem em nossas últimas viagens e recomendamos.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO É NA SEGUROS PROMO!
15% OFF em todos os planos de seguro viagem com o cupom TURISTA + 5% OFF no pagamento via PIX ou boleto.
Não dê bobeira, há opções por menos de R$10,00 por dia.
FAÇA UMA COTAÇÃO AGORA!
*Válido até 30/06/2022, independente da data da viagem.

Vale lembrar que a falta do seguro viagem na Europa pode ser motivo de deportação, sem ele você não terá atendimento gratuito médico hospitalar e é obrigatório nos seguintes países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda,  Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca e Suécia.

Saiba mais no post Seguro Viagem Internacional com desconto.


Leia também

Roteiro de 20 dias pela Europa

Como planejar uma Eurotrip

Mochilando no Inverno Europeu

Documentos necessários para viajar para Europa

Como escolher uma mochila de viagem

VIAJE POR CONTA PRÓPRIA E ECONOMIZE MUITO!
Reserve hospedagem no Booking.com
Seguro Viagem com desconto em Segurospromo
Alugue um carro em Rentcars
Passagens aéreas promocionais em Passagens Promo
Passeios em Santiago e no Atacama com TourGo
Tours pela América do sul em Denomades.com
Passagens de ônibus, trem e avião dentro da Europa em Omio
Ingressos e passeios pelo mundo em GetYourGuide
Chip Internacional com 5% de desconto em America Chip
Chip Internacional com frete grátis em EasySIM4U
Chip Internacional da Viaje Conectado com 10%OFF cupom PROMO10

5 comentários

  1. Francis Vieira 21/02/2018
    • Mochilão Barato 22/02/2018
  2. Renata 29/01/2019
    • Mochilão Barato 29/01/2019
  3. Felipe Dias 11/05/2019

Deixe um comentário