fbpx

O que fazer em Bruxelas na Bélgica

Bruxelas é, com certeza, uma das cidades mais belas da Europa. Além disso, a capital da Bélgica tem uma importância política, social e econômica gigantesca: é a cidade onde está a sede da União Europeia. Nesse post o que fazer em Bruxelas e dicas para aproveitar melhor sua viagem.

Grand Place de Bruxelas
Grand Place.

Porque visitar Bruxelas

Bruxelas é uma das cidades que mais gostamos na Europa. Talvez seja por causa da atmosfera de cidade pequena ou do bom acolhimento por parte dos belgas, o fato é que adoramos Bruxelas e já visitamos a cidade algumas vezes.

Localizada da região de Flandres, por lá você encontra pessoas que falam francês, flamenco e algumas que conseguem se virar no inglês. E justamente por ser a sede da União Europeia, a cidade é um centro multi-cultural, recheada de pessoas com línguas, povos e culturas diversificas.

Mont des Arts em Bruxelas
Mont des Arts.

Muitas pessoas que visitam a Bélgica acabam deixando Bruxelas como última opção. O foco dos turistas normalmente é a cidade de Bruges e alguns outros se aventuram a Gante. Isso porque as pessoas acreditam que Bruxelas não oferece muita coisa e elas estão bem enganadas.

Conhecida como a terra do TinTin, por conta das histórias em quadrinhos de As Aventuras de Tintim, a cidade também é muito tradicional quando se trata de seus bares, livros, arquitetura impressionante e, claro, o seu chocolate! Em quase qualquer guia turístico, Bruxelas é descrita como não só capital da Bélgica, mas também como a capital do chocolate.

Parc du Cinquantenaire em Bruxelas
The Triumphal Arch.

Então esteja você procurando por pessoas de locais diferentes e histórias diversas, ou procurando por uma gastronomia e arquitetura únicas, Bruxelas é a sua cidade.

Centro de Bruxelas.
Centro de Bruxelas.

Os principais pontos turísticos podem ser conhecidos em apenas um dia, mas os bares, as cervejas artesanais, os waffles, as batatas fritas e os chocolates belgas merecem muito mais tempo.

Principal cidade da Bélgica, é a capital do país e da União Européia. Possui lindas construções no estilos gótico, barroco, neogótico e clássico, sendo que algumas possuem mais de 300 anos. Lá estão os maiores museus de miniaturas e carros antigos da Europa. É considerada a capital mundial da cerveja, chocolate e do waffle.

Banca de waffles em Bruxelas
Banca de waffles em Bruxelas.

Planejamento de viagem

Como chegar em Bruxelas

1) Trem

Se você já estiver em algum lugar próximo da Bélgica, a recomendação é sempre usar o trem, que é o meio de transporte mais econômico, rápido, eficaz e confortável na Europa. Especialmente se estiver em países como Holanda, França e Alemanha.

O serviço é muito bom e, como já citado, o preço é acessível. Mas, nesse caso, quando você de um país para outro de trem, cobrindo distâncias maiores assim, a recomendação é que você compre com antecedência. Ou seja, pela internet. Isso porque, caso você deixe para fazer isso pessoalmente, o preço das passagens acaba saindo mais caro.

Os trens da Eurostar (via Londres ou Paris) ou Thalys (via Paris ou Amsterdam) são algumas das opções.

2) Ônibus

Eu optei por ir de Paris para Bruxelas de ônibus. É com certeza o meio de transporte mais barato entre as duas cidades. Pela Megabus é possível encontrar passagens a partir de 13 euros entre as duas cidades.

Viajar de trem na Europa costuma ser mais caro que viajar de ônibus, entretanto os trens costumam ser mais confortáveis e mais rápidos. Se você encontrar passagens de trem com pouca diferença de preço em relação as de ônibus, eu te recomendo que opte por ir de trem.

3) Avião

Uma outra possibilidade é a viagem de avião, que é um pouco mais trabalhosa. Tem duas companhias que deixam tudo mais fácil, pelo menos em relação à proximidade: são elas a Lowcost e a EasyJet. Ambas desembarcam no aeroporto Zaventem, que fica a 15 quilômetros do centro da cidade de Bruxelas.

Para ir até o centro, a forma mais econômica é o transporte público. Recomendo o busão Airport Line ou, é claro, o trem até a estação central, chamada também de Bruxelas Midi.

Grand Place de Bruxelas
Grand Place.

Hospedagem em Bruxelas

Quando se trata de Bruxelas, nem sempre as pessoas ficam apenas um dia na cidade. Nossa indicação é passar pelo menos uma noite na cidade, até porque a Grand Place fica ainda mais bela a noite.

A preferência sempre é o custo-benefício e também a proximidade do hotel ao centro.

Abaixo algumas indicações de hospedagem:

E uma última recomendação: Bruxelas possui vários Hostels e valem muito a pena. São aconchegantes, tranquilos e o preço é muito mais baixo.

Nossa indicação de Hostel é o MEININGER Hotel Brussels City Center, uma mistura de hotel com hostel, já que possui infraestrutura de hotel porém disponibiliza também quartos compartilhados. 

Limpo, quartos amplos com excelente banheiro interno, boa localização, apesar de um pouco afastada do centro, com ônibus, tram e metrô bem perto, sendo possível conhecer a maioria dos atrativos caminhando.

Saiba mais no post MEININGER Hotels: hospedagem barata em Bruxelas.

Moeda e Língua

O país adota o euro como moeda e possui três línguas oficiais:  francês, flamengo (parecido com o holandês) e o alemão. Em Bruxelas a maioria das pessoas fala francês, porém o inglês é falado por boa parte da população.

O que fazer em Bruxelas

Grand Place

Este é o cartão-postal de Bruxelas e é um lugar que não tem como deixar de visitar. A Grand Place é a principal praça da cidade e também é chamada de coração de Bruxelas.

Grand Place em Bruxelas
Grand Place.

É basicamente uma praça pública, que é cercada por prédios que tem uma arquitetura antiga e clássica, cheia de ouro, arte e detalhes encrustados. Nos guias turísticos, é muito comum ver a descrição do lugar como uma das praças mais bonitas de toda a Europa.

Um dos prédios do local, inclusive, sobreviveu desde o século XVII, que é a prefeitura, chamada de Hôtel de Ville, um prédio branco decorado com 137 pequenas estátuas que representam reis, santos e outras figuras alegóricas. A praça é Patrimônio Mundial da Unesco desde 1998.

Grand Place em Bruxelas
Hotel de Ville.

Vários dos outros prédios por lá foram restaurados e possuem uma arquitetura aparentemente antiga, mas também com um toque de modernidade.

Como se isso não fosse o suficiente para conhecer melhor a história de Bruxelas, o Museu da Cidade também fica na praça e é uma das paradas obrigatórias para os amantes de historiografia.

Grand Place de Bruxelas a noite
Grand Place.

Uma última recomendação sobre a praça: vá à noite. A iluminação é espetacular!

Paredes da Cidade

Bruxelas é conhecida pelas suas várias histórias em quadrinhos e pelos seus famosos ilustradores. Não é à toa que As Aventuras de Tintim virou um marco cultural da cidade. Isso porque esses ilustradores também inspiram a arquitetura de Bruxelas.

Vários do muros de lá possuem desenhos autorais, mensagens políticas, declarações de amor e muito mais. Nesse caso, não existe um roteiro específico, porque as paredes pintadas estão por toda a cidade. Mas existem pacotes com guias que te levam para ruas específicas.

Vale aproveitar para recomendar um outro museu, que é o Centro Belga da Arte das Histórias em Quadrinhos, totalmente dedicado a mostrar como os belgas contribuíram e continuam contribuindo para as histórias em quadrinhos – que é a nossa próxima parada.

Museu dos Quadrinhos de Bruxelas

Seja você fã ou não do Superman e de outros personagens de histórias em quadrinhos, esse é um passeio obrigatório para quem pensa em conhecer mais da história de Bruxelas.

Lá é possível entender como esse universo dos gibis mudou e determinou em grande parte os rumos da cultura da Bélgica, especialmente durante o século 20.

Além disso, há algumas exposições especiais, que contam a história de personagens criados na Bélgica. Dois deles todo brasileiro conhece: Tintim e os Smurfs!

E, por fim, o museu também tem um auditório gigantesco e uma biblioteca com vários quadrinhos à disposição para as pessoas darem uma olhada – só se prepara para entender a língua local.

Ingresso: 12 euros.

Manneken Pis

Outra atração muito procurada pelos turistas é a Manneken Pis, uma fonte com uma pequena estátua de bronze de um menino fazendo xixi. É um dos grandes cartões postais da cidade. O monumento original, construído em 1388, foi roubado e destruído em 1619, sendo reconstruído e mantido no local até hoje.

Manneken Pis em Bruxelas
Manneken Pis.

Palácio Real

O Palácio Real , onde são realizadas reuniões do Rei, Chefe de Estado Belga, é outra atração da cidade. Construído no século XVIII, é um dos mais bonitos prédios da cidade e simboliza o sistema de governo, que é a monarquia constitucional.

Palácio Real em Bruxelas
Palácio Real.

Em pé desde o século XVIII, o prédio é gigante e toda a área é esplêndida. O interior é incrível e remonta a grandes palácios da Europa, com lustres muito bonitos, artes da época em que o país era uma Monarquia, objetos de época e exposições.

Além do Palácio por si só, do lado de fora tem uma outra paisagem linda para quem quer tirar fotos, que é um parque totalmente arborizado e bem cuidado. Chamado Parc de Bruxelles, o lugar é uma ótima pedida para quem pensa em algum tipo de trilha romântica ou apenas quer tirar algumas fotos bacanas.

O palácio fica aberto aos visitantes apenas durante o verão e a entrada é gratuita.

Parque de Bruxelas

Esta recomendação é para quem é mais fã da natureza e é uma ótima pedida para quem pensa em um passeio em família ou um passeio mais romântico.

O parque fica bem próximo da Grand Place e é um espaço verde totalmente preservado pela prefeitura da cidade. Em dias de sol – mais uma vez a dica para ir durante o verão – é muito comum encontrar pessoas que estão almoçando ou fazendo algum piquenique por ali.

Igreja Notre Dame De Bon Secours

Como toda a Bélgica – e basicamente toda a Europa –, Bruxelas também tem sua cota de tradicionalismo cristão, sempre mais voltado ao catolicismo. Seja você um amante da fé ou não, vale a pena visitar essa igreja. Com um estilo arquitetônico gótico, o prédio é gigantesco e o seu interior é ainda mais bonito.

Notre Dame De Bon Secours de Bruxelas
Notre Dame De Bon Secours.

Construída no século XVII, a igreja é uma das mais antigas da Bélgica e uma opção muito boa para quem quer conhecer algo diferente na caminhada pela cidade. No local, a arquitetura, ainda que siga algumas tendências da época, foi pioneira em instalar um coro octogonal.

Les Galeries Royales Saint-Hubert

Para quem já está coçando os dedos, se perguntando onde que entram as compras nessa história, essa galeria é uma das melhores opções da cidade. Assim como todos os outros pontos turísticos mencionados, esse não foge da regra: fica pelo centro da cidade, próximo ao Grand Place.

Les Galeries Royales Saint-Hubert em Bruxelas
Les Galeries Royales Saint-Hubert.

O local é lindo por si só e lá se encontram várias lojas e restaurantes nessa chamadas Galerias Reais. É exatamente lá que você também vai encontrar os melhores chocolates belgas da cidade.

Atomium

O famoso Atomium é uma construção em forma de átomo que foi construída para uma exposição temporária (assim como a Torre Eiffel) em 1958. O sucesso foi tanto que ela não foi desmontada e é hoje uma das principais atrações de Bruxelas. 

Atomium em Bruxelas
Atomium.

O local possui 102 metros de altura e tem um cristal de ferro, ampliado 165 milhões de vezes, ligando 9 partes de tudo isso. Ou seja, é como se estivéssemos olhando por uma super lupa.

Os visitantes podem passear pelas esferas e ver as exposições sobre a história do edifício e outros temas ligados à ciência, além de apreciar uma bela vista panorâmica de Bruxelas.

Atomium em Bruxelas
Vista do Atomium.

Lá, você pode ter uma visão panorâmica de Bruxelas, além da possibilidade de comer em um restaurante que tem lá – mas se prepare: é bem caro.

O passeio é bem divertido, porque você passa por cada uma das esferas de metal por meio de escadas rolantes. Tem todo um visual meio futurista, o que é bem bacana. O único lado ruim é que a atração fica meio longe do centro. Recomendo o metrô para chegar até lá.

Ingresso: 15 euros.
Funcionamento: diariamente das 10:00 às 18:00h.

Bate-volta a Gante e Bruges

Gante é a combinação perfeita da grandiosidade do passado existente na Bélgica, sendo um dos seus principais pontos comerciais durante a Idade Média. É também um dos lugares mais contemporâneos do país, sendo um dos lugares que mais recebe estudantes universitários, seja para o estudo ou para o turismo. Fica a cerca de 57 quilômetros de distância da capital da Bélgica, Bruxelas, facilitando o passeio bate-volta.

Saiba mais em Gante na Bélgica: o que fazer, como chegar, dicas.

Bruges é um dos principais destinos turísticos da Bélgica. Dizem que é até mais bela que a capital Bruxelas. É um dos principais destinos turísticos da Bélgica e fica a 100 quilômetros da capital.

Saiba mais em Bruges na Bélgica: o que fazer, como chegar, dicas.

A maioria dos turistas acaba visitando Gante e Bruges no mesmo dia, visitando Gante de manhã e a tarde Bruges. É sim possível conhecer boa parte das atrações turísticas de Gante e de Bruges em um só dia, mas é preciso ter consciência que vai ser corrido e que você não vai aproveitar com calma.

O que comer em Bruxelas

Batata frita belga

Como toda a Bélgica, Bruxelas é muito famosa pelos chocolates, batatas fritas, waffles e frutos do mar. A principal recomendação fica pelas batatas: são fritas duas vezes, ficando ainda mais crocantes e deliciosas.

Batata frita na Bélgica
Belgian fries.

Além disso, o combo fica perfeito quando você adiciona as cervejas locais. Especialmente para quem vai no calor, esse pedido é incrível.

Chocolate belga

Agora falando dos chocolates, mais especificamente de lojas, recomendamos: Pierre Marcolini, Leonidas e Godiva. Mas além dessas você encontra várias outras chocolaterias pela cidade, mesmo que não sejam das marcas principais.

Os chocolates em si são caros. Mas valem muito a pena. Caso você não saiba, o chocolate belga é considerado um dos melhores – se não o melhor – do mundo inteiro.

Comidas típicas

Em vários restaurantes e comércios pequenos, você vai encontrar comidas típicas. No centro, é muito comum encontrar frutos do mar dos mais diversos.

Algumas refeições são até um pouco bizarras, mas não se deixe enganar pela aparência. As comidas são deliciosas, apesar de também serem um pouco caras.

Cerveja Belga

Assim como outras cidades famosas da Bélgica, como Bruges e Gante, Bruxelas possui cervejas próprias e para quem é fã, vale muito a pena.

São deliciosas. Consideras por muitos as melhores cervejas do mundo, disputam com as cervejas alemãs esse título. Se você gosta de uma boa cerveja, Bruxelas é uma cidade que não pode faltar no seu roteiro pela Europa.

bar hotel MEININGER
Cerveja Duvel.

O melhor de tudo é poder pagar bem menos do que pagaria aqui no Brasil por uma cerveja importada de lá. Ainda pode provar as diversas cervejas artesanais, já que muitos bares produzem suas próprias cervejas.

Uma dica legal para quem viaja pela Europa é sempre perguntar pela cerveja local, principalmente se estiver na Bélgica ou Alemanha.

Compras em Bruxelas: valem a pena?

Entre as principais cidades da Bélgica, considerando os grandes centros comerciais, é em Bruxelas que as coisas acabam saindo um pouco mais caras.

Caso você tenha em seu roteiro viagens marcadas para Gante e Bruges, vale mais a pena esperar por qualquer um desses destinos. Isso porque em Bruxelas os comércios são um pouco maiores.

Ainda assim, nas galerias citadas acima em uma das atrações turísticas, os preços acabam saindo mais em conta do que os comércios maiores de Bruxelas. Ou seja, para você que vai apenas para Bruxelas, a recomendação é que dê uma olhada nessas galerias, especialmente se tratando de roupas, itens menores e coisas do tipo. Eletrônicos como celulares ou videogames acabam saindo caros, quando a conversão é feita para o real.

SEGURO VIAGEM PARA EUROPA

Para ser aceito como turista na Europa é obrigatória a contratação ainda no Brasil de um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros.

Nós sempre contratamos através da SegurosPromo, um site comparador de preços que exibe diversos resultados de diversas seguradoras e você escolhe o que melhor se encaixar nas suas necessidades e orçamento.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO É NA SEGUROS PROMO!
15% OFF em todos os planos de seguro viagem com o cupom SEGURANCA + 5% OFF no pagamento via boleto.
Não dê bobeira, há opções por menos de R$10,00 por dia.
*Promoção válida até 31/05/2021, independente da época da viagem.

Saiba mais no post Seguro Viagem Internacional com desconto.


Leia também

Bruges na Bélgica: o que fazer, como chegar, dicas

Gante na Bélgica: o que fazer, como chegar, dicas

Como planejar uma Eurotrip

Paris: o que fazer, roteiros, onde ficar, dicas para economizar

Londres: o que fazer, dicas para viajar por conta própria e economizar

VIAJE POR CONTA PRÓPRIA E ECONOMIZE MUITO!
Reserve hospedagem no Booking.com
Seguro Viagem com desconto em Segurospromo
Alugue um carro em Rentcars
Passagens aéreas promocionais em Passagens Promo
Passeios em Santiago com Destino Chile (cupom #bloglovers 10%OFF)
Tours pela América do sul em Denomades.com
Passagens de ônibus, trem e avião dentro da Europa em Omio
Ingressos e passeios pelo mundo em GetYourGuide
Chip Internacional com 5% de desconto em America Chip
Chip Internacional com frete grátis em EasySIM4U
Chip Internacional da Viaje Conectado com 10%OFF cupom PROMO10

6 comentários

  1. Sandra 07/09/2016
    • Mochilão Barato 07/09/2016
  2. marcela venancio bezerra 28/08/2017
  3. Johnnie Lustoza 20/09/2019

Deixe um comentário