fbpx

Paris: o que fazer, roteiros, onde ficar, dicas para economizar

ATENÇÃO: devido a pandemia de Covid-19 muitos países restringiram parcialmente ou totalmente o acesso de turistas estrangeiros em suas fronteiras aéreas e terrestres.

Se você tem viagem internacional marcada para os próximos meses nossa orientação é repensá-la. Se sua viagem é para os próximos dias nossa orientação é cancelar ou remarcar.

O mesmo vale para viagens nacionais, já que muitos destinos turísticos brasileiros estão fechados para o turismo.

Consulte informações sobre o seu destino nos sites dos órgãos oficiais e/ou no seu portal jornalístico de confiança.

SEGURO VIAGEM: apenas algumas seguradoras estão garantindo 100% das assistências médicas para casos e sintomas relacionados ao COVID-19. A maior parte das seguradoras só garantem as coberturas até o diagnóstico. Em todas as seguradoras as demais coberturas (diárias em hotel, garantia de regresso, etc) perdem a validade após o diagnóstico positivo.

Paris é uma das cidades mais visitadas do mundo. Nesse post detalhamos o que fazer em Paris, roteiro de 4 dias, dicas de hospedagem e como economizar.

Torre Eiffel ao anoitecer
Torre Eiffel.

*Post atualizado em 17 de janeiro de 2020

Já estivemos em Paris várias vezes. É uma das cidades que mais gostamos na Europa e sempre que temos a oportunidade não exitamos em voltar.

Diferente de Londres, Paris não é um exemplo de organização, limpeza e segurança. Mas apesar dos pesares, Paris continua sendo uma das cidades mais visitadas da Europa, perdendo justamente para Londres.

Turismo em Paris

Paris é sem dúvidas uma das cidades mais cobiçadas pelos viajantes de todo o mundo. A capital francesa é reconhecidamente um dos mais importantes centros de arte, moda, gastronomia e cultura.

Turistas do mundo inteiro desembarcam diariamente na cidade e se apaixonam pela paisagem urbana do século XIX, por suas largas avenidas e pelo rio Sena.

Rio Sena em Paris.
Rio Sena ao anoitecer.

Em 2018 foram pelo menos 35 milhões de turistas apenas em Paris, incluindo cerca de 700 mil brasileiros.

Apenas para comparação, em 2018 o total de estrangeiros que visitaram o Brasil foi de 6,6 milhões e apenas o museu do Louvre recebeu 7,6 milhões de turistas estrangeiros.

Monumentos como a Torre Eiffel, a Catedral de Notre-Dame, museus com destaque para o Louvre, restaurantes, cafés e lojas de grifes famosas são um dos motivos da cidade ser tão visitada.

Torre Eiffel a noite
Torre Eiffel.

Informações práticas

Moeda da França

A França faz parte da zona do euro desde a sua entrada em vigor em 2002, adotando como moeda deste então o euro.

Troque reais por euros ainda no Brasil para levar para Paris. Levar real para trocar por euros por lá não vale a pena, já que a cotação da nossa moeda nas casas de câmbio na Europa é bem mais baixa do que a oficial.

Saiba mais em Qual moeda levar para Europa.

Visto para França

Brasileiros não precisam de visto para visitar a França já que o país faz parte do Tratado de Schengen que nos permite viagens a turismo de até 3 meses.

Basta portar passaporte válido até o fim da sua viagem e levar documentos obrigatórios como seguro viagem, passagem de volta, comprovantes de hospedagem e comprovantes de recursos financeiros para se manter durante a viagem.

Saiba mais em Documentos necessários para viajar para Europa e em Como funciona a imigração na Europa.

Quando ir a Paris

1) VERÃO

Para quem não gosta de frio essa é a melhor época para visitar Paris. Durante o verão as ruas de Paris ficam sempre cheias e há uma intensa programação de eventos ao ar livre.

Os pontos negativos são que essa é a alta temporada, consequentemente os preços de hospedagem sobem muito, principalmente entre julho e agosto.

Além disso os pontos turísticos estão sempre muito cheios, o metrô sempre lotado e aquele velho mito de que os franceses não gostam de banho acaba se mostrando verdadeiro.

Não são todos os franceses obviamente, mas não é raro cruzar com pessoas com o “desodorante vencido”, moradores locais e também turistas.

2) INVERNO

Não é indicado para quem não é acostumado ao frio intenso. No inverno as temperaturas em Paris são baixas, podendo chegar a nevar. A média costuma ficar entre 3°C e 8°C.

Outro ponto negativo de viajar para Paris no inverno é que os dias são curtos, amanhecendo tarde (por volta das 8h) e anoitecendo cedo (por volta das 16h).

3) PRIMAVERA E OUTONO

São as melhores épocas para quem quer fugir da alta temporada e do calor do verão ou do frio do inverno.

Paris fica ainda mais charmosa nessas estações, com muitas flores na primavera e folhas pelos chão no outono.

Como chegar em Paris

1) Avião

Do Brasil para Paris há opções de voos diretos com as companhias aéreas Air France desde São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília e ainda de Latam e GOL desde São Paulo.

Há diversas opções de voos com conexões em outras cidades da Europa antes de pousar em Paris.

2) Trem

Para quem já está na Europa, de alguns países a melhor opção pode ser viajar de trem. Alguns exemplos são saindo de Londres (2h30), Bruxelas (1h30 de viagem), Amsterdã (3h20), Zurique (4h) e Frankfurt (4h).

Para viagens de trem que durem mais de 4 horas, pode ser mais conveniente optar pelo avião. Entretanto se você tiver muita bagagem, gostar muito de viajar de trem ou os preços das passagens de avião estiverem muito mais caros, vale a pena optar pelo trem.

Não deixe de ler o post Passagens baratas Eurostar de Londres a Paris.

3) Ônibus

Para curtas distâncias ou para viagens em que as passagens de trem estiverem muito caras, viajar de ônibus pode ser uma boa escolha para chegar em Paris.

Nas empresas low-cost de ônibus da Europa é fácil encontrar passagens para Paris por a partir de 5  euros. Trechos como Bruxelas x Paris, Amsterdam x Paris e Londres x Paris são boas opções para quem quer economizar bastante durante a viagem.

Não deixe de ler: Eurotrip: viajando pela Europa gastando pouco | Planejamento e roteiros

Como se locomover em Paris

1) Metrô

O metrô de Paris é a melhor forma para se locomover entre as atrações da capital francesa. Um dos mais antigos do mundo, tem mais de 300 estações e 16 linhas, levando os moradores e turistas a quase todos os destinos de Paris.

Metrô de Paris
Estação do Metrô em Paris.

Funciona diariamente das 6h às 00h30, com alguma variação de estação para estação. Com altíssima frequência entre um trem e outro, o usuário não passa mais que alguns minutos esperando.

O bilhete individual custa €1.80 (incluso as conexões) e é possível comprar bilhetes múltiplos de 10, que saem a €14.40. Guarde seu bilhete até o fim da viagem, pois há constante fiscalização nas estações, além dele ser necessário para passar pela catraca no destino final. 

O Google Maps é excelente para mostrar as rotas do metrô de Paris. Para isso é importante ter conexão de internet ativa.

Tome cuidado com seus pertences pois na maioria das linhas do metrô de Paris há atuação de batedores de carteira. Eles agem em grupo e furtam turistas desavisados.

Saiba mais em Metrô de Paris: como funciona, bilhetes, dicas.

2) Aplicativos de transporte

Os veículos de aplicativo operam normalmente em Paris e são uma boa opção para quem não quer utilizar o metrô e e não quer pagar caro com táxi.

Em Paris, assim como em outras cidades da Europa, a Uber oferece as opções de Uber Pool (carro compartilhados com outros usuários) e UberX.

Com o Uber Pool é possível economizar, já que até 2 pessoas viajam pela metade do preço do UberX. As desvantagens são que os pontos de embarque e desembarque nem sempre são exatamente os seus, podendo ser necessário caminhar um ou dois quarteirões até encontrar o carro. No meio do caminho pode ser que o motorista pegue outro passageiro que vai na mesma direção que a sua.

3) Vale a pena alugar um carro?

Definitivamente não vale a pena alugar um carro em Paris. O trânsito na cidade é complicado e encontrar estacionamento é muito difícil. Caso você esteja fazendo uma road trip pela França ou pela Europa, vale a pena deixar o carro estacionado no hotel e fazer os deslocamentos dentro de Paris de metrô ou veículo de aplicativo.

O que fazer em Paris

Há muita coisa para fazer em Paris. Atrações turísticas conhecidas em todo o mundo com o a Torre Eiffel e o Museu do Louvre estão entre as mais visitadas e tidas como “obrigatórias” para qualquer turista.

Museu do Louvre em Paris
Museu do Louvre.

Mas os encantos da cidade luz vão bem além dos seus pontos turísticos. Seus cafés, restaurantes, pâtisseries, avenidas, ruas, praças e jardins são locais perfeitos para passar bons momentos.

Não acredite nisso de “pontos turísticos obrigatórios”. Visite os locais que realmente são do seu interesse ao invés de ficar em longas filas para ver a Mona Lisa (por exemplo) porque “todo mundo que vai a Paris faz isso”. Preencher seu tempo com atividades que te agradam é muito mais interessante e vai te proporcionar uma viagem melhor.

Um dos programas mais legais de Paris é caminhar sem rumo perdendo-se por suas ruas, avenidas, cores e sabores.

Abaixo sugestões do que fazer e pontos turísticos para visitar em Paris. Em seguida uma sugestão de roteiro de 4 dias passando por esses pontos. Adapte o roteiro ao seu tempo na cidade, interesses e gostos.

Passeio de barco pelo rio Sena

É a melhor forma de ter o primeiro contato com os pontos turísticos de Paris. O passeio de barco pelo rio Sena passa pelas principais atrações da cidade e são realizados em confortáveis barcos com a opção de ir na parte de cima que é aberta ou na parte de baixo fechada e climatizada.

Passeio de barco em Paris
Passeio de barco no rio Sena.

É um passeio muito relaxante e que realmente vale a pena fazer. Nossa dica é ir no fim da tarde, próximo do anoitecer, assim você verá Paris sob três perspectivas: dia, crepúsculo e noite.

Ingresso: €15
Horário de funcionamento: 08:00 às 18:30h. 
Duração: 60 minutos.
Ponto de partida: aos pés da Torre Eiffel, píer 3
Compre antecipadamente na GetYourGuide.

Torre Eiffel

A Torre Eifeel é o monumento francês mais famoso e que facilmente é reconhecido em qualquer parte do mundo. Idealizado pelo engenheiro Gustave Eiffel para participar de uma exposição temporária, foi inaugurada em 1889.

Torre Eiffel
Torre Eiffel.

A torre tem 300 metros de altura e 7,3 mil toneladas de ferro em sua estrutura. Recebe cerca de 7 milhões de visitantes todos os anos.

Você pode contemplar a Torre Eiffel do solo, sem necessariamente subir nela. Agora se quiser ter esse experiência, pode escolher entre subir a pé até o segundo andar (674 degraus) ou de elevador ou até o terceiro andar (topo) de elevador.

Vista da Torre Eiffel
Campo de Marte visto do segundo andar da Torre Eiffel.

Sinceramente não recomendamos subir a torre a pé, a menos que você realmente vá com esse objetivo. Isso porque você já vai caminhar tanto por Paris que não vale a pena perder tempo e se desgastar fisicamente para economizar alguns euros. Não se esqueça de que além de subir terá que descer, não sendo possível subir a pé e descer de elevador ou vice-versa.

Compre antecipadamente para não enfrentar as longas filas na bilheteria. Os ingressos vendidos diretamente na bilheteria são para uso imediato e a você até pode ter sorte da fila estar pequena, mas pode ser que perca até 2 horas nela dependendo da época do ano.

Ingressos

  • Acesso pelas escadas: €10,20 adultos, €5,10 de 12 a 24 anos e €2,50 de 4 a 11 anos, portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes.
  • Acesso por elevador ao 2º piso: €16,3 adultos, €8,10 de 12 a 24 anos e €4,10 de 4 a 11 anos, portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes.
  • Acesso ao 3º piso (topo): €25,5 adultos, €12,70 de 12 a 24 anos) e €6,40 de 4 a 11 anos, portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes.

Horários de funcionamento

  • Todo o ano das 9h30 às 23h45 (elevador) e das 9h30 às 18h30 (escadas);
  • Nos dias 21, 22, 27, 28, 29 de dezembro até às 00:45. Em 31 de dezembro até às 21h.

Compre antecipadamente seu ingresso com horário marcado no site oficial ou em GetYourGuide.

Jardins du Trocadéro

Os Jardins du Trocadéro ficam bem de frente a Torre Eiffel e garante a melhor vista do monumento. Ao visitá-la prefira desembarcar na estação de metrô Trocadéro (linhas 6 e 9) e poderá conhecer os jardins, aproveitar a melhor vista da torre e tirar as tradicionais fotos.

Torre Eiffel e Jardins du Trocadéro
Jardins du Trocadéro e Torre Eiffel.

Campo de Marte

O Campo de Marte é uma das maiores áreas verdes em Paris e também fica de frente para a Torre Eiffel, porém do lado oposto aos Jardins du Trocadéro.

Campo de Marte e Torre Eiffel.
Campo de Marte e Torre Eiffel.

É o local onde turistas e moradores vão fazer piqueniques para observar a torre, principalmente a noite quando ela recebe iluminação noturna especial.

Se você também quiser fazer um piquenique aos pés da Torre Eiffel, recomendamos que deixe para comprar os itens na unidade do Carrefour City Ecole Militaire, que fica ao lado do Campo de Marte, na estação de metrô École Militaire.

Arco do Triunfo

Outra construção clássica de Paris é o Arco do Triunfo. Sua construção começou em 1806, por ordem de Napoleão Bonaparte, sendo inaugurada em 1836.

Arco do Triunfo em Paris
Arco do Triunfo.

Criado para celebrar a glória dos heróis de guerra, o Arco do Triunfo tem 50 metros de altura, diversas esculturas adossadas aos seus pilares, assim como nomes de batalhas e de generais de guerra gravados em suas paredes. 

O seu terraço está aberto para visitações e garante uma vista panorâmica de Paris. O acesso é feito por passagens subterrâneas, já que a avenida onde está o monumento é uma das mais movimentadas de Paris. Depois é necessário subir por uma escada em espiral de pelo menos 6 andares e então mais 2 andares de escada normal para chegar ao topo.

Ingressos: €12 maiores de 18 anos. Gratuita para menores de 18 anos e residentes na UE entre 18 a 25 anos.
Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 23h (1º de abril a 30 de setembro) e das 10h às 22h30 (1º de outubro a 31 de março).
Compre antecipadamente ingresso sem filas na GetYourGuide.

Champs-Élysées

A Champs-Élysées é a avenida mais famosa e luxuosa de Paris. Abriga diversas marcas e grifes de luxo, além de lojas de eletrônicos e departamento.

Champs-Élysées em Paris
Champs-Élysées.

O Arco do Triunfo fica em uma das suas extremidades e na outra está a Place le la Concorde. Caminhe pelos 2 quilômetros entre um atrativo e o outro, aproveitando para fazer paradas estratégicas nas lojas, cafés e restaurantes do seu interesse.

Museu do Louvre

O Museu está instalado no que antigamente foi o Palácio Real e possui coleções reunidas durante séculos pela monarquia francesa e de compras de itens a partir do século XIX.

Museu do Louvre em Paris.
Museu do Louvre.

É o museu mais visitado em todo o mundo e recebe sozinho mais visitantes estrangeiros do que todo o Brasil.

São mais de 30 mil peças expostas, entre pinturas, esculturas, gravuras e objetos diversos.

As Principais obras do Louvre são a Mona Lisa de Leonardo da Vinci, A Virgem e o Menino com Santa Anna de Leonardo da Vinci, as Múmias do Egito e os Sarcófagos.

Museu do Louvre
Interior do Museu do Louvre.

O tempo de visitação depende do nível do seu interesse por arte e arqueologia. Há quem passe apenas algumas horas, para outros um dia inteiro não é suficiente.

O museu está sempre cheio, principalmente no verão quando está sempre lotado. Uma boa dica para fugir da multidão é ir bem cedo ou aproveitar as visitas noturnas nas quartas e sextas-feiras, quando o museu só fecha às 21h45.

Interior do Museu do Louvre
Interior do Museu do Louvre.

Compre seu ingresso online com antecedência e horário marcado para não enfrentar as longas filas da bilheteria. Assim que entrar pegue um mapa gratuito ou baixe no seu Smartphone, pois o museu é um verdadeiro labirinto e encontrar a obra que você procura pode ser bem difícil sem um mapa.

Ingresso: €17 maiores de 18 anos. Gratuita para menores de 18 anos e residentes na UE entre 18 a 25 anos.
Gratuito para todos no 1º sábado de cada mês a partir das 18h00.
Horário de funcionamento: seg, qui, sab e dom das 9h às 18h, qua e sex das 09h às 21h45. Fechado terça-feira.
Compre antecipadamente seu ingresso com horário marcado e sem filas no site oficial ou na GetYourGuide.

É “obrigatório ver a Mona Lisa?

Definitivamente não! Se você pretende visitar o Louvre apenas para ver a Mosa Lisa, tirar uma selfie e postar nas redes sociais, não perca seu tempo. Para entrar na sala onde fica a obra de Leonardo da Vinci é preciso enfrentar longas filas dentro do museu, confusão e aperto. No fim você provavelmente vai se frustar e se perguntar “foi para isso que fiquei esse tempo todo a fila?”

Só vá ver Mona Lisa se realmente se interessar por arte e pela obra, caso contrário use seu tempo para apreciar as outras milhares de obras do Louvre.

E nem mesmo o Louvre é uma atração “obrigatória” de Paris. Como já dissemos, não acredito nisso de “lugares obrigatórios”. Se você nunca gostou de museus não é porque está em Paris que vai passar a gostar.

Mostra Leonardo da Vinci

Entre 24 de outubro de 2019 e 24 de fevereiro de 2020 está acontecendo a Mostra Leonardo da Vinci, que reúne 162 obras do mestre renascentista, o maior número já reunido em um único local. Entre as obras estão pinturas, desenhos, manuscritos e esculturas.

Para visitar a mostra é preciso adquirir ingresso com reserva para entrada na nessa exposição temporária. Compre o seu com antecedência pelo site oficial se quiser garantir o seu acesso a mostra.

Catedral de Notre-Dame

A Catedral de Notre-Dame possui um estilo gótico e é uma das mais antigas da França. Sua construção começou em 1163 e só terminou em 1245. Essa catedral foi dedicada à Maria, mãe de Jesus e de aí vem seu nome “Nossa Senhora”.

Catedral de Notre Dame Paris
Catedral de Notre Dame em 2013.

A visita ao interior da catedral é gratuita, sendo possível subir até às torres (atração paga) e conhecer de perto a história do Corcunda e das gárgulas.

Incêndio da Catedral de Notre-Dame

Como todos sabem, infelizmente a Catedral de Notre-Dame sofreu com um incêndio em 15 de abril de 2019, que quase a destruiu totalmente.

Atualmente a Catedral está passando pelo processo de restauração e as doações e promessas de doações para o projeto já somam 922 milhões de euros.

Não há previsão para reinauguração e reabertura da Catedral de Notre-Dame ao público. A restauração está programada para durar pelo menos cinco anos.

Bairro Montmartre

Montmartre é um bairro muito procurado por turistas em Paris. Fica um pouco mais afastado das demais atrações da cidade, mas abriga pontos turísticos importantes como a basílica de Sacre Coeur, Moulin Rouge, a Praça da Concórdia e a Ópera Garnier.

É um bairro boêmio que já foi cenário de vários filmes e que concentra vários restaurantes, cafés, pâtisseries e lojinhas de souvenir.

Basílica de Sacré Coeur

Fica no bairro Montmartre e além de ser um local para prática religiosa, a Basílica chama atenção pela grandiosidade da sua arquitetura e pela vista de Paris que se tem do local.

Basílica de Sacré Coeur
Basílica de Sacré Coeur.

Fica localizada em um morro no ponto mais alto do bairro, sendo possível chegar até ela subindo suas escadas ou através de um funicular.

Sua arquitetura exterior é esplendida e o seu interior também é bonito. A entrada é gratuita e só se paga para subir em sua cúpula.

Cuidado com os golpistas e batedores de carteira

Mas atenção, nas escadarias da Basílica de Sacré Coeur agem grupos de golpistas e também batedores de carteira.

Não dê atenção a qualquer pessoa que te ofereça artesanatos ou te peça informações.

Geralmente imigrantes de origem africana oferecem pulseirinhas aos turistas, muitas vezes já abordando e amarrando a pulseira no pulso da pessoa para depois cobrar caro por ela. Se você for abordado por eles não permita de forma alguma que eles amarrem a pulseira no seu braço, não de atenção, simplesmente siga andando.

Há relatos de idosos e crianças aplicando golpes ou distraindo turistas para que outras pessoas façam furtos rápidos e imperceptíveis no momento.

Ou seja, se decidir visitar a Basílica, tome todos os cuidados necessários para não ser enganado ou furtado. Agir em relação a segurança como se estivesse em qualquer grande cidade brasileira vai te ajudar a não passar por situações ruins.

Moulin Rouge

É um famoso cabaret francês também localizado em Montmartre. Inaugurado em 1889, até hoje exibe shows e espetáculos que evocam a boêmia da Belle Epoque.

Moulin Rouge em Paris
Moulin Rouge.

Os shows acontecem diariamente com a performance “Féerie”, criada por Doris Haug e Ruggero Angeletti e coreografada por Bill Goodson. São 100 artistas, incluindo 60 Doris Girls que desfilam com mil figurinos exuberantes com penas, strass e lantejoulas. A música fica por conta de 80 músicos e 60 coralistas que tocam e cantam ao vivo.

Se não quiser assistir os shows, vale a pena uma passada rápida na frente do local durante sua visita ao bairro Montmartre.

Ingresso: a partir de €87 por pessoa.
Horário de funcionamento: todos os dias
Duração: 2 horas
Compre antecipadamente na GetYourGuide.

Catacumbas de Paris

As Catacumbas de Paris são um atrativo peculiar da capital francesa. Muita gente não sabe, mas abaixo de uma das cidades mais famosas do mundo há uma “cidade secreta” que ainda guarda muitos mistérios.

As Catacumbas de Paris, lado sombrio da cidade luz, se estendem por praticamente todo o subsolo da capital francesa, estando apenas uma pequena parte é aberta para visitação.

Nelas você terá a oportunidade de caminhar por túneis e salas decoradas com ossos e crânios humanos de aproximadamente 6 milhões de pessoas.

Originalmente funcionavam como uma mina, mas quando os cemitérios de Paris começaram a ficar sobrecarregados, os restos mortais de muitos cemitérios foram transferidos para as Catacumbas.

Ingresso: a partir de €29,52 para maiores de 18 anos. Menores de 18 anos não pagam.
Horário de funcionamento: todos os dias das 10 às 17h30
Duração: 90 minutos
Compre antecipadamente na GetYourGuide.

Place de la Concorde

Fica entre a Champs Élysées e o Jardim de Tuileries. Historicamente é uma das praças mais representativas de Paris.

Place de la Concorde
Place de la Concorde.

Inaugurada em 1779 sob o nome de Praça de Luís XV, tinha em seu centro a estátua equestre do rei. Em 1792 essa estátua foi derrubada e a praça foi rebatizada como Praça da Revolução.

Foi o palco de execuções durante a Revolução Francesa. No local ficava instalada a guilhotina usada para matar mais de 1.200 pessoas, incluindo Maria Antonieta, Robespierre e Luís XVI.

Jardin des Tuileries

O Jardim de Tuileries fica localizado entre o Museu do Louvre e a Praça da Concorde e foi o primeiro jardim público de Paris.

Jardin des Tuileries
Carrousel Arc de Triomphe nos Jardin des Tuileries.

Percorra a avenida central cheia de árvores e esculturas, aproveitando o espaço para descansar entre uma atração e outra.

Galeries Lafayette

As Galeries Lafayette são destino certo para compras em Paris, independente do público e faixa de preços. Há uma grande variedade de lojas de luxo, mas também de lojas de departamento.

Galeries Lafayette em Paris
Galeries Lafayette.

A galeria por si só é um atrativo turístico, já que a sua arquitetura e decoração são muito bonitas. No terraço há uma praça de alimentação com vista para cidade e o acesso é gratuito.

Palácio de Versalhes

O incrível e vasto Palácio de Versalhes foi construído como um mundo de luxo privado para os reis da França, isolando-os de todas as mazelas e agitação de Paris. Foi a residência dos reis Louis XIV, Luís XV e Luís XVI, desde 1682 até 1789, quando a família real foi forçada a se mudar para Paris.

Palácio de Versalhes
Palácio de Versalhes.

A parte mais famosa do palácio são os seus jardins, que se mantém praticamente como nos tempos de Luís XIV, com canteiros, estátuas espalhadas, enormes vasos com flores e fontes ricamente trabalhados.

Na alta temporada, o Palácio de Versalhes pode ficar bastante cheio pela manhã. Visite primeiro os jardins e, posteriormente, explore o palácio no meio da tarde.

Jardins do Palácio de Versalhes

O acesso aos jardins do Palácio de Versalhes é gratuito nos dias em que não há show das fontes. Consulte o site oficial do Palácio de Versalhes para ver as datas programadas para os shows das fontes.

Jardins do Palácio de Versalhes
Jardins do Palácio de Versalhes.

Nos dias em que acontece essa programação especial é preciso pagar uma taxa adicional de €9 ou comprar o ingresso “Palácio e Jardins de Versalhes c/ Show Musical das Fontes”.

Como chegar ao Palácio de Versalhes

Para chegar do centro de Paris a Versalhes, pegue o trem RER da linha C para a estação Versailles-Rive Gauche. Observe que nem todos os trens da linha C vão para a estação Versailles-Rive Gauche.

Da estação ao Palácio, basta sair pela porta frontal, atravessar a rua e seguir para direita.

Gratuidade no Palácio de Versalhes

O acesso ao Palácio de Versalhes e aos seus jardins é gratuito para todos nos primeiros domingos dos meses de novembro, dezembro, janeiro, fevereiro e março.

Já para menores de 18 anos, menores de 26 anos residentes na União Européia e para pessoas com deficiência física e seus acompanhantes a entrada sempre é gratuita.

Saiba mais no post Os Jardins do Palácio de Versalhes.

Roteiro para 4 dias em Paris

Esse roteiro foi pensado em quem tem 3 dias cheios para conhecer as atrações de Paris e um dia para fazer um bate-volta até Versalhes.

DICA: Se você gosta de caminhar, faça todos (ou quase todos) os deslocamentos por Paris a pé. A volta completa do primeiro dia terá em torno de dez quilômetros. Já no segundo e terceiro dias as distâncias são menores, em torno de três a quatro quilômetros de caminhada por dia.

Rio Sena (6)
Paris em 2013.

Primeiro dia

Programe-se para sair bem cedo e só voltar no fim da noite. No primeiro dia caminhe muito e veja a maioria das atrações apenas pelo lado de fora.

O percurso do seu 1º dia em Paris será: Jardins du Trocadéro – Torre Eiffel – Champ de Mars – Arco do Triunfo – Champs Élysées – Place de la Concorde – Jardin des Tuileries  e Museu do Louvre.

Pegue o metrô e desça na estação Trocadéro, a mais próxima da Torre Eiffel. A região é encantadora e além da torre existem alguns parques e jardins.

Torre Eiffel em Paris.
Torre Eiffel.

Se o tempo estiver bom aproveite para subir ao topo da torre. Entretanto se o tempo estiver fechado deixe para subir em um outro dia em que o tempo estiver melhor.

Os jardins du Trocadéro estão em uma bela praça localizada de frente ao rio Sena e com uma vista privilegiada da Torre Eiffel.

Torre Eiffel em Paris.
Torre Eiffel.

Da Torre Eiffel, após a sua subida ou não, vá para a Champ de Mars ou Campo de Marte, que é uma das maiores áreas verdes de Paris.

De lá siga para o Arco do Triunfo, passando pela Avenue Kléber, uma das mais belas da região, onde estão localizadas as embaixadas de diversos países. Caminhando em linha reta pela Avenue Kléber você chegará ao Arco do Triunfo.

arco do triunfo em Paris
Arco do Triunfo em 2013.

Do Arco do Triunfo pegue a Champs Élysées em direção a Praça da Concórdia e finalmente o Museu do Louvre.

A Champs ÉlyséesMas é um dos pontos turísticos mais visitados de Paris. Considerada a avenida mais elegante do mundo, é chamada de “la plus belle avenue du monde” pelos franceses.

O roteiro do primeiro dia termina no Museu do Louvre. Aproveite para tirar fotos no lado externo e deixe para voltar e conhecer o interior do Museu no seu segundo dia em Paris.

Museu do Louvre em Paris.
Museu do Louvre.

Segundo dia

Dedique pelo menos a manhã inteira desse dia para visitar o Museu do Louvre. Ele é sem dúvidas um dos mais completos do mundo, repleto de obras de arte, arqueologia e pinturas.

interior museu do louvre
Museu do Louvre em 2013.

Depois do Louvre vá para a Cathédrale Notre-Dame, onde você pode chegar caminhando através de uma caminhada gostosa, às margens do Sena com bastante arquitetura.

Catedral de Notre Dame
Catedral de Notre Dame em 2013.

Por último, visite a Praça do Município (Hôtel de Ville em francês). É neste edifício que funcionam as instituições do governo municipal de Paris, ele está localizado na praça de mesmo nome.

Terceiro dia

Visite o Sacré Coeur, a Basílica do Sagrado Coração. A vista lá de cima é espetacular.

Basílica de Sacré Coeur
Basílica de Sacré Coeur.

Depois vá ao Moulin Rouge, que fica na mesma região, a qual está lotada de cafés e os melhores restaurantes de Paris.

Moulin Rouge
Moulin Rouge em 2013.

Para finalizar, delicie-se com as Galeries Lafayette, que tem muita acessibilidade por quase todas as linhas do metrô. É um dos shoppings mais famosos do mundo, um lugar elegante e a decoração é linda.

Quarto dia

Depois de três dias passeando por Paris, separe um dia para fazer um bate-volta a Versalhes, para conhecer o Palácio de Versalhes e seus magníficos jardins.

Jardins do Palácio de Veralhes
Jardins do Palácio de Veralhes em 2013.

Opção para um dia livre

Se você tem um dia livre em Paris, uma sugestão é conhecer Mont Saint-Michel, um dos lugares mais incríveis da França. Trata-se de uma cidade medieval murada construída sobre uma pequena ilha na foz do rio Couesnon.

É possível conhecer o Mont Saint-Michel em um bate-volta de Paris, apesar de ser bem cansativo. Se puder passar ao menos uma noite por lá irá aproveitar ainda mais.

Saiba mais sobre Mont Saint-Michel no blog Fui Ser Viajante.

Se você viaja com crianças, não deixe de visitar a Disney Paris. São dois parques que, apesar de menores que os de Orlando nos Estados Unidos, não deixam a desejar e divertem crianças e adultos.

O ideal é reservar dois dias, mas com um dia já dá para conhecê-los bem.

Saiba mais em Disney Paris: como ir, ingresso com desconto e hotéis no blog Ares do Mundo.

Como economizar em Paris

Vai para Paris mas a grana está curta? Paris já foi declarada a segunda cidade mais cara do mundo pelo jornal britânico The Economist e pelo ranking do Tripadvisor, ficando atrás somente de Londres.

Descontos e gratuidades em Paris

  • Muitos pontos turísticos da cidade dão um bom desconto para menores de 25 anos. Sempre pergunte se há desconto para jovens.
  • Os museus e monumentos da França são gratuitos para todos os menores de 18 anos e para jovens de 18 a 25 anos residentes em algum país da União Europa, independente da nacionalidade ou se é ou não estudante.
  • A maioria dos museus parisienses são gratuitos no primeiro domingo de cada mês, incluindo o do Louvre.
  • Se você é professor ou jornalista leve sua carteira profissional, pois os museus da cidade concedem entradas para esses profissionais.
  • Não se enquadra em nenhum destes casos? Pois saiba que há lugares que oferecem preços especiais, mais baixos, em determinados horários. O Louvre, por exemplo, oferece a visita noturna (18h às 21h45) por 6 euros, 3,50 a menos que a visita normal.

Economizando nas demais atrações

  • Se você subir ao topo da Torre Eiffel, que é o ponto mais alto de Paris, não precisar gastar para subir em nenhuma outra atração. Da torre se tem a vista mais ampla da cidade.
  • Se quiser economizar alguns euros, pode optar por subir até a parte baixa da torre de escadas e só pegar o elevador de lá para o topo.
  • Visite apenas o interior da Catedral de Notre Dame, assim como apenas a parte exterior do Arco do Triunfo.
  • Caminhe de uma atração para a outra. Andar pela cidade é muito agradável e é possível percorrer praticamente todo o circuito turístico a pé.

Nós utilizamos a GetYourGuide para comprar ingressos online de forma antecipada em nossas últimas viagens para Europa e recomendamos.
O site é totalmente em português e o pagamento pode ser feito com cartões de crédito internacional ou via PayPal. Os ingressos são enviados imediatamente por e-mail e na maioria das vezes os bilhetes podem ser apresentados na atração na tela do seu Smartphone (confirme durante a compra).

As filas de espera nas principais atrações de Paris podem durar até 2 horas. O site GetYourGuide é uma ótima solução para lidar com este problema, já é possível adquirir ingressos “sem fila”, onde além de se livrar da fila da bilheteria, você também terá acesso imediato as atrações por uma entrada especial reservada apenas para quem tem esse tipo de ingresso. É claro que para isso será necessário pagar um pouco mais caro, mas o tempo que você deixará de desperdiçar em uma longa fila faz valer a pena essa diferença de preço.

Economizando com Alimentação

  • Encontrar um restaurante barato em Paris é uma missão quase que impossível. A dica é procurar restaurantes a duas ou três quadras dos pontos turísticos. Após caminhar um pouco com certeza você  irá encontrar opções mais econômicas e não menos saborosas.
  • Como em quase toda cidade europeia, os restaurantes árabes e orientais são uma boa pedida para quem quer economizar.
  • Crepes e sanduíches que você compra para levar são as opções mais econômicas em Paris.
  • Não teve jeito, não achou nada que combine com o seu bolso ou com o seu paladar? Há um McDonald`s sempre perto de você!
  • Peça água da torneira ao invés de água mineral. Isso é super comum na Europa e você vai economizar muito com isso.
  • Use e abuse dos supermercados. Em todos você irá encontrar muitas opções de comida para levar para lanche ou refeição. Saladas, sanduíches naturais, comida de microondas são opções para baratear seus custos com alimentação em Paris.

Use o transporte Público

  • O metrô de Paris possui 16 linhas identificadas por cores e mais de 300 estações. Anote a cor e o nome de todas as estações mais próximas das atrações que você vai visitar. A maioria das estações de Paris tem os mesmos nomes das atrações próximas.
  • Se você não se incomoda em caminhar, trace um roteiro na véspera para o seu percurso e no fim do dia retorne de metrô. Além de realmente conhecer e ver tudo que a cidade tem para oferecer, você só irá gastar um bilhete por dia.
  • Se você não gosta ou não pode andar tanto, compre o passe de dez viagens. Assim você economiza e não perde tempo nas filas da bilheteria.
  • A estação Gare du Nord é uma das maiores e principais de Paris. Dela você pode chegar ao aeroporto Charles de Gaulle em torno de 40 minutos, pegando os trens RER. Não gaste com táxi ou transfers, vá de trem.

Hospedagem barata em Paris

Paris já foi declarada a segunda cidade mais cara do mundo pelo jornal britânico The Economist e pelo ranking do Tripadvisor, ficando atrás somente de Londres. Encontrar uma hospedagem boa, barata e bem localizada em Paris é muito complicado.

Temos duas indicações de hospedagem barata em Paris. Ambas muito bem localizadas e com excelente custo-benefício. Se você viajará com orçamento apertado nossas dicas te ajudarão a economizar muitos euros.

Aubergue Internacional des Jeunes

Aubergue Internacional des Jeunes é um dos Albergues mais barato e bem localizado de Paris. Localizado no bairro da Bastilha, com estação de metrô praticamente na porta.

O café da manhã é bem simples e não é a vontade, um funcionário te serve e não é permitido repetir. O banheiro é compartilhado e unissex.  Além da falta de privacidade, o banheiro é bem apertado e escuro.

Esse é um hostel exclusivo para menores de 30 anos. Hóspedes com 30 anos de idade ou mais não são aceitos na propriedade.

Com tarifas a partir de 13 euros, é uma ótima opção para quem realmente precisa economiza em Prais. Reserve em Booking.com.

Le Village Montmartre by Hiphophostels

O Le Village Montmartre é uma ótima opção tanto para quem quer ficar em quarto compartilhando quanto para quem procura a privacidade e conforto de um quarto privativo.

Com ótima localização com fácil acesso a Gare du Nord (para quem chega ou parte de trem), fica no 18º arr., em Montmartre, o mesmo bairro da Basílica de Sacré Coeur.

Tem cozinha compartilhada bem equipada e vários supermercados na mesma rua, o que permite economizar bastante com as refeições.

Quando estivemos por lá ficamos em um quarto privativo. Apesar de pequeno, o quarto era confortável e equipado com ar-condicionado (era verão e ajudou muito). Os únicos pontos negativos são o tamanho do banheiro e do elevador (ambos minúsculo, realmente muito apertados).

No bairro há várias opções de restaurantes, lanchonetes e lojas em geral. A Basílica fica bem próxima do hostel e é possível ir caminhando até atrações como o Le Mur des Je t’aime e Moulin Rouge.

Várias estações de metrô atendem a região e a nossa preferida era a Anvers, por permitir a ligação com menos conexões as principais atrações de Paris.

É um hostel para todas as idades, atendendo desde jovens viajantes, famílias e até mesmo idosos.

As diárias custam a partir de €100 para 2 pessoas em quarto privativo ou €44 por pessoa nos quartos compartilhados. Reserve em Booking.com.

Seguro viagem para Europa

A União Europeia, através do Tratado de Schengen, exige do viajante a apresentação de seguro viagem com cobertura de ao menos 30 mil euros.

Dependendo da sua idade e do número de dias da sua viagem, esse seguro pode ter um custo bem elevado. Porém nossos leitores não pagam caro pelo seguro viagem se seguirem nossas dicas.

Nós utilizamos a Seguros Promo para contratar seguro viagem em nossas últimas viagens e recomendamos. A dica para economizar é comparar os preços de diversas seguradoras através da Seguros Promo.

SEGURO VIAGEM COM DESCONTO É NA SEGUROS PROMO!
15% OFF em todos os planos de seguro viagem com o cupom PROMOMUNDO + 5% OFF no pagamento via boleto.
Não dê bobeira, há opções por menos de R$10,00 por dia.
*Promoção válida até 31/07/2020, independente da época da viagem.
Saiba mais em seguro viagem internacional com desconto.

Lembramos que a falta do seguro viagem é motivo de deportação logo na chegada na Europa. Mesmo que não seja exigido e você consiga entrar, sem ele você só terá atendimento médico hospitalar em hospitais particulares.


Leia também

Londres: o que fazer, dicas para viajar por conta própria e economizar

Documentos necessários para viajar para Europa

Como planejar uma Eurotrip

Mochilando no Inverno Europeu

Como funciona a imigração na Europa

Qual moeda levar para Europa

Roteiro de 10 dias em Portugal – Lisboa, Cascais, Sintra, Porto e Lagos

VIAJE POR CONTA PRÓPRIA E ECONOMIZE MUITO!
Reserve hospedagem no Booking.com
Seguro Viagem com desconto em Segurospromo
Alugue um carro em Rentcars
Ingressos e passeios dentro do Brasil em Touron
Passagens aéreas promocionais em Passagens Promo
Passeios em Santiago com Destino Chile (cupom #bloglovers 10%OFF)
Tours pela América do sul em Denomades.com
Passagens de ônibus, trem e avião dentro da Europa em Omio
Ingressos e passeios pelo mundo em GetYourGuide
Chip Internacional com 5% de desconto em America Chip
Chip Internacional com frete grátis em EasySIM4U
Chip Internacional da Viaje Conectado com 10%OFF cupom PROMO10

6 Comments

  1. Davi 27/12/2016
  2. Mariano Farias 09/04/2017
    • Mochilão Barato 11/04/2017
  3. Viajante Comum 02/06/2017
    • Mochilão Barato 03/06/2017

Gostou? Deixe sua dúvida ou comentário!